Pensamento Computacional Brasil

Conheça o Currículo de Referência em Tecnologia e Computação
do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB)!




Ele tem como principal objetivo apoiar redes de ensino e escolas a incluir os temas tecnologia e computação
em suas propostas curriculares.
O currículo atende da Educação Infantil ao Ensino Fundamental II, para implementação de práticas que
ajudem a desenvolver nos alunos competências e habilidades relacionadas a tecnologia e a computação. Saiba mais

Últimas Notícias


05/07/20 - Fim da matemática como conhecemos? 🤔 - [Saiba mais]
23/04/20 - Ao vivo! - [Saiba mais]
09/03/20 - Saiu o AlgoCards 2020!

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1438522868-5-baralhos-algocards-2020-pensamento-computacional-_JM - [Saiba mais]
09/03/20 - ESTUDO DIZ QUAL HABILIDADE É ESSENCIAL PARA FORMAR BONS PROGRAMADORES

Spoiler: não é ser bom em Matemática 😲

Fonte: https://www.nature.com/articles/s41598-020-60661-8

"Ciências da Computação e Engenharia da Computação são cursos da área de Exatas, então espera-se que o conhecimento em matemática seja um diferencial para um bom programador, não? Bem, não exatamente... Um estudo conduzido na Universidade de Washington observou que a aptidão mais importante para codificadores é a capacidade de aprender idiomas.

"Muitas barreiras aos cursos de programação estão baseadas no estereótipo de que as habilidades de um bom programador estão centradas em matemática, mas não é isso que surgerem nossos dados", diz Chantel Prat, professora de psicologia que liderou o estudo publicado na Nature.

A pesquisa acompanhou pouco mais de 30 adultos enquanto eles aprendiam Python. Uma bateria de testes que avaliavam tudo: desde atenção à resolução de problemas, memória, habilidades numéricas, além de atividade cerebral em estado de repouso.

Os participantes que aprenderam Python com mais rapidez e precisão tinham fortes habilidades de linguagem, além de boas habilidades de memória e raciocínio. Matemática? Nem fez diferença.

Os pesquisadores acreditam que essa descoberta pode ajudar a mudar os programas de ensino, que tendem a excluir estudantes de Humanas com habilidades de linguagem de cursos voltados para programação (especialmente se os estudantes forem mulheres). "Principalmente se pensarmos que aprender a usar linguagens de programação modernas se assemelha a aprender uma linguagem natural, como francês ou chinês", afirma a professora."

Reportagem original: https://olhardigital.com.br/noticia/estudo-diz-qual-habilidade-e-essencial-para-formar-bons-programadores/97552 - [Saiba mais]
09/03/20 - 5 MOTIVOS PARA ENSINAR PROGRAMAÇÃO PARA CRIANÇAS

- Não é preciso ter conhecimento em ciências exatas
Qualquer pessoa pode programar. Com aulas básicas sobre o assunto e pensamento lógico, é possível aprender a linguagem considerada universal.

- Programar desenvolve a criatividade
Aprender lógica computacional e resolver problemas de diferentes formas abre possibilidades novas de criação e resolução de questões inovadoras. Novas habilidades trazem novos cenários e caminhos para qualquer projeto.

- Pensamento lógico apoia todas as áreas
Não é só na computação que a lógica se aplica. Seja nas ciências humanas, sociais ou exatas, a lógica ajuda a resolver questões essenciais de qualquer profissão, até mesmo das que ainda nem conhecemos ainda. Por que a lógica ensinar a pensar!

- Ser criador e não apenas consumidor
Resolver problemas cotidianos e facilitar a vida por meio da tecnologia é uma possibilidade real para quem domina a linguagem computacional. Os alunos deixam de apenas consumir jogos, aplicativos e sistemas para desenvolver suas próprias soluções para o mundo.

- Aprender a aprender é um caminho sem volta
Adultos que aprendem a usar computadores depois de uma certa idade, tendem a resolver problemas de uma maneira diferente do que crianças que já nasceram cercadas de telas e diferentes tecnologias à sua volta. O acesso à informação abre um universo de possibilidades e nos mostra os mais variados caminhos a serem seguidos.

Fonte: https://www.segs.com.br/educacao/219172-5-motivos-para-ensinar-programacao-para-criancas - [Saiba mais]
01/02/20 - Conheça o Sonic Pi, uma linguagem de programação criada especificamente para o mundo da música - [Saiba mais]

Mais notícias? Clique aqui e participe do nosso grupo no Facebook!



O que é Pensamento Computacional?


Todas as definições foram extraídas de: BRACKMANN, Christian. Desenvolvimento do Pensamento Computacional Através de Atividades Desplugadas na Educação Básica. 2017. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil, 2017. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/172208.

"O Pensamento Computacional é uma distinta capacidade criativa, crítica e estratégica humana de saber utilizar os fundamentos da Computação nas mais diversas áreas do conhecimento, com a finalidade de identificar e resolver problemas colaborativamente através de passos claros de tal forma que uma pessoa ou uma máquina possam executá-los eficazmente" (BRACKMANN, 2017)

"São habilidades comumente utilizadas na criação de programas computacionais como uma metodologia para resolver problemas específicos nas mais diversas áreas” (BUNDY, 2007) (NUNES, 2011)

“É o processo de reconhecer aspectos da computação em um mundo que nos cerca e, aplicar ferramentas e técnicas da Ciência da Computação para entender e argumentar sobre sistemas e processos naturais e artificiais” (FURBER, 2012)

“É uma abordagem usada para solução de problemas utilizando o que se sabe sobre Computação” (GOOGLE FOR EDUCATION, 2015)

“É desenvolver e empregar estratégias para entender e resolver problemas de forma a aproveitar o poder dos métodos tecnológicos para desenvolver e testar soluções” (ISTE, 2016)

“Pensar nos problemas de forma que um computador consiga solucioná-los”. “O Pensamento Computacional é executado por pessoas e não por computadores. Ele inclui o pensamento lógico, a habilidade de reconhecimento de padrões, raciocinar através de algoritmos, decompor e abstrair um problema” (LIUKAS, 2015)

“É uma das práticas fundamentais da Ciência da Computação, porém o termo não é de uso exclusivo da Computação e não é adequado para retratar a totalidade do campo” (McMASTER et al. 2010)

“A combinação do pensamento crítico com os fundamentos da Computação define uma metodologia para resolver problemas, denominada Pensamento Computacional. É uma distinta forma de pensamentos com conceitos básicos da Ciência da Computação para resolver problemas, desenvolver sistemas e para entender o comportamento humano, habilidade fundamental para todos” (WING, 2006)

“Processos de pensamento envolvidos na formulação de problemas e as suas soluções de modo que as mesmas são representadas de uma forma que pode ser eficazmente executada por um agente de processamento de informações” (WING, 2010)

“São os processos de pensamento envolvidos na formulação de um problema e que expressam sua solução ou soluções eficazmente, de tal forma que uma máquina ou uma pessoa possam realizar. É a automação da abstração e o ato de pensar como um Cientista da Computação” (WING, 2014)

“Mesmo após diversos estudos e quase uma década de esforços para definir o Pensamento Computacional, ainda existem críticas que sugerem que não sabemos o que o Pensamento Computacional significa ou sua forma de medir” (KURSHAN, 2016)

Documentos


TESE BRACKMANN - Pensamento Computacional Desplugado

Outras atividades

Um pouco sobre Pensamento Computacional Desplugado

Contato


Sugestões ou Críticas? Fale conosco.

Mantenedor:
Prof. Dr. Christian Puhlmann Brackmann
brackmann@iffarroupilha.edu.br

Como referenciar:
BRACKMANN, Christian Puhlmann. Pensamento Computacional Brasil. 2020. Disponível em: http://www.computacional.com.br/ Acesso em: 08 07 2020.

Pensamento Computacional Brasil
www.computacional.com.br